SETRAN Curitiba

Em breve atualizaremos as informações sobre a SETRAN (Secretaria Municipal de Trânsito) que substitui a DIRETRAN, por ordem judicial, das atividades de fiscalização do trânsito de Curitiba.

A DIRETRAN, Diretoria de Trânsito de Curitiba é um órgão subordinado à prefeitura, através da URBS (Urbanização de Curitiba), empresa responsável pelo planejamento, operação e fiscalização dos serviços de transporte e trânsito. A URBS, criada em 1963,  também realiza trabalhos de educação e conscientização do uso desses serviços de modo a mantê-los acessíveis à população. A história da DIRETRAN,está ligada ao advento do CTB, em 1997. Com o Código de Trânsito Brasileiro, que possibilitou a municipalização do trânsito, a prefeitura de Curitiba se viu na necessidade de implantar um sistema de controle, monitoramento e fiscalização do trânsito do município. E em 1998, poucos meses após a entrada em vigor do CTB, foi criada a DIRETRAN.

Curitiba é reconhecida mundialmente por sua excelência na gestão do transporte publico, onde no gerenciamento de trânsito esta qualidade também está presente, através de um planejamento efetivo executado pela URBS, empresa de economia mista, cujo controle acionário pertence ao Estado. A URBS cumpre a sua função, colaborando com o desenvolvimento social da população curitibana e participando, em conjunto com a sociedade, de Comissões e Conselhos Municipais , Câmaras Temáticas e outros órgãos deliberativos.

Com todo um aparato de vanguarda a DIRETRAN desenvolve suas atividades de forma objetiva, atuando na fiscalização e educação de trânsito dos cidadãos curitibanos.  Sua atuação é louvável junto à comunidade, traduzida nas poucas reclamações da população quanto à qualidade de seus serviços prestados. Exemplo claro de gerenciamento de tráfego para muitas outras divisões de trânsito espalhados pelo país.

Pin It

3 comentários em “SETRAN Curitiba

  1. Informo que já enviei um e-mail alertando da infração dos motoqueiros que descem a rua Alberto Twardowski Jardim Botânico,sentido Prado Velho.
    Como é grande o congestionamento entre 07:00 e 07:30hs, eles descem na contra mão, atrapalhando os motoristas que sobem sentido Jardim Botânico, conforme disse,já enviei e-mail informando e no dia seguinte recebi resposta de que haviam enviado uma agente para verificar, mas que não havia nada de errado.
    Acontece que existe um horário para esses eventos, é no horário de “hush”.
    Hoje, precisamente, às 07:15hs me deparei apenas com 6 motoqueiros em fila vindo ao meu encontro, tentei filmar com o celular, mas achei perigoso.
    Na próxima vez, vou filmar e encaminhar à todos os canais de comunicação, – acho que não seria muito bom para esta Instituição, pois informarei que vocês tiveram conhecimento e que não tomaram nenhuma providência.

    att.
    Claudete

  2. Lucas Schaefer Kuhn 30 de maio de 2011 at 11:39 -

    A URBS/Diretran é horrivel. Só é eficiente para arrancar dinheiro do contribuinte.
    Para vocês terem uma idéia, o serviço dos guinchos em Curitiba é terceirizado, de modo que empresas particulares ganham absurdos com excesso de guinchamentos.
    Denuncias recentes no Fantastico demonstraram os escandalos dos radares em Curitiba, com empresas particulares faturando alto.
    Há uma perfusão de pontos de Estar (o chamado estacionamento rotativo, pago) em diversos locais da cidade em que isso não seria necessário, em bairros residenciais, locais de pouco comércio e, principalmente, próximo a estacionamentos particulares. Há bairros em que não ha como estacionar na rua sem pagar Estar. Nestes bairros, não há sistema de onibus eficientes para substituir o carro. Curitiba não possui ciclovias.
    Alias, por falar em onibus, Curitiba hoje vive só da propaganda de um sistema que foi moderno ha mais de 25 anos. A passagem é cara e o serviço não melhora. Os onibus são poluentes, atrasam e vivem abarrotados nos horarios de pico. A história do metrô ou bonde elétrico é uma lenda na cidade. A URBS fatura muito dinheiro com transporte publico, com a indústria da multa e com o EstaR! E isso nao se reverte em melhora para o cidadão!

  3. Carlos A.J. Pinto 1 de agosto de 2011 at 13:44 -

    Boa tarde!!! A rua David Tows no bairro Xaxim,teve sua revitalização em partes, o asfalto está um tapete (já apresentando depressão), calçadas em partes sim em partes não, fazendo ainda em trechos a necessidade do pedestre dividir a via com os veículos, (que na maioria seus condutores imprudentes e sem educação). A falta de fiscalização faz com que usuarios dessa desenvolvam velocidades bem acima do permetido no local tanto nas subibas (aclives) ou descidas (declives) indiferentemente do porte do veículo, pois a questão não é o veículo em si e sim o condutor. Um radar estatico faria a diferença na divisa entre os bairros Xaxim e Sitio Cercado onde inicia-se um aclive já em faixa continua simples, desrespeitada em toda a sua extensão e termina em declive sendo o abuso maior por se tratar de ultrapassagens em local não permetido e velocidades bem acima do permetido. Algumas pessoas só aprendem pela dor (vitimando) e pelo bolso ($ multa).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


um × 1 =

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>