Compaixão e indiferença

O crepúsculo,com seu céu límpido e sua tonalidade avermelhada, denunciava a chegada de mais uma noite estrelada, típica daquelas noites frias de inverno. Thiago, a bordo de sua viatura, um Volkswagen Gol, fazia seu patrulhamento no início da Rodovia Dom Pedro I, próximo a cidade de Jacareí. Trajando sua espessa jaqueta de couro, Thiago se sentia protegido do friozinho que começava a tomar conta da paisagem. Aquecido, o jovem policial rodoviário sentia coragem de encarar aquela noite que prometia muito frio e também muita neblina, quando iniciasse a madrugada. Fato que preocupava Thiago, pois uma acidente naquelas condições poderia lhe dar muito trabalho.

_ Estou no patrulhamento no quilômetro 3, próximo à Via Dutra. Por aqui, sem novidades! – comunicava pelo rádio.

Thiago pode ser considerado um policial novato, com apenas três anos de profissão. Mas apesar de seu pouco tempo de policiamento, Thiago, um jovem policial com 24 anos de idade, estatura mediana, e porte físico que denunciava uma pessoa um pouco avessa à exercícios físicos, já havia passado por momentos delicados em sua carreira. Ele já passou pela experiência de atender acidentes complexos, como acidentes envolvendo crianças, várias vítimas e até mesmo um acidente envolvendo um caminhão carregado de combustível.

O policial transitava lentamente com sua viatura, pelo acostamento da rodovia, afim de realizar o monitoramento do tráfego e auxílio aos possíveis condutores com veículos em pane. Seu trabalho, apesar de aparentemente monótono, representava um importante instrumento de socorro aos condutores. O local em que Thiago trabalhava era considerado como local de risco de assaltos, executados por criminosos que moravam nos arredores da rodovia. Estes assaltantes, e sua maioria, tratavam-se de menores de idade, que encontravam na rodovia a ilusão do cometimento de crimes fáceis. O intuito da atuação de Thiago era inibir esta prática, através do policiamento constante.

E Thiago fazia sua parte. Patrulhava a rodovia com o principal objetivo de inibir a prática de crimes. Este patrulhamento consistia no deslocamento em velocidade lenta, pelo acostamento, com o uso das luzes intermitentes acionadas, com a principal finalidade de policiamento ostensivo, isto é, ser visto para prevenir.

Páginas: 1 2 3 4

Pin It

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


+ 8 = catorze

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>